Desespero – Prefeito Luciano Genésio tenta sabotar caminhada gigante de Leonardo Sá em Pinheiro

Desespero – Prefeito Luciano Genésio tenta sabotar caminhada gigante de Leonardo Sá em Pinheiro

7 de novembro de 2020 0 Por Daniel Santos

O desespero começa a ficar notório na atual gestão da prefeitura de Pinheiro. Nesta última sexta feira (06), o prefeito Luciano Genésio, em uma manobra totalmente arbitrária inviabilizou o direito de ir e vir da população da zona rural. Obstruindo a entrada da BR que dá acesso ao centro da cidade.

A intervenção foi liderada pelo seu irmão Lucio André Genésio, que foi condenado a 4 anos de detenção por agredir a ex-companheira Ludmila Rosa Ribeiro da Silva em Pinheiro. Lúcio também conhecido por fazer arruaças na cidade, desta vez tentou impedir a população da zona rural de chegar até o evento do candidato Leonardo Sá, colocando carros caracterizados com adesivos do atual prefeito e sua vice, e com paredões de som tocando seus jingles eleitorais.

A Polícia Militar foi acionada para impedir a total interdição da via por um grupo uniformizado com camisas verdes com símbolos do 11, na MA 006 que dá acesso ao centro de Pinheiro. As equipes policiais fizeram contato com os militantes, solicitando a desobstrução da rua, mas sem acordo. Para restauração da ordem pública, foi necessária a intervenção direta para desobstrução da via pública ocupada sem autorização.

Com um atraso de mais de 2 horas, a Onda azul como foi batizada a grande caminhada do 22, levou milhares de adeptos e militantes do candidato Leonardo Sá, culminando em um grande comício.

O fim da caminhada que foi no obelisco, onde autoridades e o próprio Leonardo Sá, em seus discursos relataram a vontade da mudança, e puderam constatar que o sonho de transformar a vida da população de Pinheiro está bem próximo de se realizar.