Em Santa Helena pai de recém-nascido denuncia falta de vacina BCG e Declaração de Nascido Vivo no hospital municipal

Em Santa Helena pai de recém-nascido denuncia falta de vacina BCG e Declaração de Nascido Vivo no hospital municipal

20 de abril de 2021 0 Por Daniel Santos

A denúncia foi feita nesta terça-feira 20, ao vereador Braz Amaral pelo cidadão Edvaldo Rodrigues, conhecido como “Nhová”, Edvaldo relata que a sua esposa, L.M.R grávida em trabalho de parto deu entrada no Hospital Santa Helena por volta 01h30 da madrugada de segunda feira 19, uma hora depois L.M.R deu à luz a criança por volta das 02:30 da madrugada.

Ainda segundo Nhová algumas horas após o parto logo pela manhã desta segunda-feira 19, equipe médica queria dar alta a paciente, sendo que o mesmo não aceitou pois, a parturiente deveria ficar pelos 24 horas no hospital após o parto.

Diante da situação ele ligou para o vereador Braz Amaral, que entrou em contato com o médico de plantão, o profissional garantiu a permanência da paciente em observação na unidade pelo tempo necessário.

No momento da saída do hospital a recém-nascida não recebeu a vacina BCG que é obrigatória, após o questionamento de Edvaldo, os ânimos se exaltarem, ele foi informado pela equipe, que a pessoa responsável por aplicar a vacina, havia saído e levado a chave da sala onde estaria a vacina, o problema se agravou ainda mais por que a declaração de nascido vivo também não estava disponível.

Edvaldo foi chamada para uma sala, onde foi dito a ele, que o mesmo deveria voltar ao hospital com a mãe e a criança na quinta-feira 22, para que seja aplicada a vacina, e receber a declaração de nascido vivo. ainda segundo Edvaldo ele próprio foi que foi correu atras para tirar a certidão de nascido vivo.

Diante da situação Edvaldo resolveu denunciar o que ele considera com negligência e falha grave no atendimento do hospital Santa Helena, para que seja tomada uma providência sobre o fato.

O vereador Braz Amaral informou ao blog, que  irá denunciar ao Ministério Publico para que sejam apuradas as responsabilidades, “não é possível que fatos como estes se repitam no hospital de Santa Helena, vamos buscar a apuração dessa situação que eu considero como negligencia, por parte da direção do Hospital” declarou Braz Amaral.

Por Jamil Júnior