Polícia Federal diz que prefeito do PDT, aliado de Weverton, desviou R$ 5,7 milhões que deveriam ser utilizados no combate à Covid-19

Polícia Federal diz que prefeito do PDT, aliado de Weverton, desviou R$ 5,7 milhões que deveriam ser utilizados no combate à Covid-19

5 de maio de 2021 0 Por Daniel Santos

O principal alvo da “Operação Desatino” desencadeada pela Polícia Federalcom o apoio dControladoria-Geral da União, nesta quarta-feira (05) é o prefeito do município de Brejo José Farias de Castro, o Zé Farias, do PDT.

Zé Farias é aliado do senador Weverton Rocha e do suplente de deputado estadual Marcos Caldas.

De acordo com a Polícia Federal, o prefeito brejense integra uma organização criminosa especializado em fraudar licitações para desviar recursos públicos federais que seriam utilizados no combate à pandemia da covid-19.

O pedetista usando a Secretaria Municipal de Saúde, contratou a empresa de um médico que é funcionário da prefeitura pelo valor de R$ 5.770.000,00 (cinco milhões, setecentos e setenta mil reais).

O médico dono da empresa foi contratado pelo prefeito do PDT em fevereiro/2020. E segundo a PF, a empresa seria aparentemente de fachada, sem estrutura operacional para prestar os serviços contratados.

Após assinatura do contrato, a empresa vencedora subcontratou totalmente o objeto do contrato a outra empresa, de propriedade da própria secretária municipal de saúde, para prestar os serviços ao município de Brejo/MA. Além disso, a empresa subcontratada aparentemente também não teria qualquer estrutura operacional para prestar os serviços, tendo como endereço a residência da secretária de saúde.” informou a Polícia Federal.

Fonte Domingos Costa