No hospital Santa Helena, vereador Braz Amaral esclarece informações sobre denúncias de quebra do AP. de Raio X, medicamentos e vacina

No hospital Santa Helena, vereador Braz Amaral esclarece informações sobre denúncias de quebra do AP. de Raio X, medicamentos e vacina

15 de junho de 2021 0 Por Daniel Santos

Cumprindo agenda de trabalho o vereador Braz Amaral (Cidadania) visitou na manhã desta terça-feira (15), o hospital Santa Helena, o parlamentar foi recebido pela direção da unidade.

Na pauta da visita o vereador buscou junto a direção do hospital, informações sobre denúncias em que ele recebeu de pacientes sobre falta de medicamentos, vacina BCG e que o aparelho de exames de Raio-X do hospital estaria quebrado novamente.

Sobre medicamentos a direção informou que atualmente o fornecedor não é de Santa Helena e por conta disso acontecem atrasos na entrega, mais que mesmo assim não faltam medicamentos para suprir a demanda da unidade.

Um outro questionamento foi sobre a vacina BCG, a direção informou que cada frasco contém 10 doses de vacina, após a aplicação de uma dose o restante tem um prazo para ser utilizado e como nem sempre há um total de nascidos suficiente para receberem as doses do frasco dentro do prazo, a unidade geralmente marca um dia para os nascidos da semana receberam a dose da BCG.

O vereador questionou sobre a situação do raio x, que aliás é um problema que já se arrasta a meses e atualmente o aparelho está quebrado novamente, segundo a direção o aparelho quebra por inúmeras situações e que não é o mesmo problema que se repete com o equipamento, mais que a solicitação do concerto já foi feita e que a direção está aguardando a peça e o técnico para a realização do concerto.

Braz Amaral também quis saber, sobre o pagamento de gratificação para os profissionais da saúde que trabalham na linha frente de enfrentamento a covid-19, aprovado na câmara a mais de dois meses, mais que até agora só teria sido pago dois meses e o terceiro mês ainda não teria sido creditado na conta, apenas consta no contracheque, como a parte financeira não compete a direção do hospital e sim ao executivo através do setor financeiro a direção não sabe o por que do não recebimento até agora por parte dos profissionais da saúde.

Após a conversa com a diretora do hospital o vereador destaca,

“hoje estivemos mais uma vez no hospital, buscando as repostas para os questionamentos de pacientes que nos procuraram com denúncias, conversamos com a diretora da unidade que nos recebeu muito bem e prestou as informações solicitadas, essa situação do medicamento é necessário que o prefeito tome as providências junto ao fornecedor pois a população do município que precisa do medicamento quando receitado no hospital não pode se submeter ao atraso do fornecedor, quanto ao raio-X, vou tomar as providências necessárias, desde de janeiro estamos com essa situação do raio-X, se arruma, funciona alguns dias e quebra novamente, vou levar essa situação ao ministério Público para que haja a solução definitiva desse problema do raio-X, afinal é um exame de primeira necessidade, é obrigação do município”.