Mulher é presa suspeita de torturar a própria irmã cadeirante no Maranhão; vítima teve unhas arrancadas


Uma mulher de 53 anos foi presa em flagrante pela Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), nessa quarta-feira (24), em Chapadinha, cidade a 248 km de São Luís. Ela é suspeita dos crimes de tortura e maus-tratos contra uma irmã de criação, que é cadeirante.

De acordo com a Polícia Civil, o caso veio à tona após denúncias que revelavam que a vítima, de 36 anos, estaria sendo torturada, sofrendo agressões físicas e psicológicas. Ainda segundo a polícia, a autora dos maus-tratos, que foi presa, seria era irmã de criação da vítima.

Diante da denúncia, investigadores da Polícia Civil, acompanhados de conselheiros e da assistência social do município, foram até o local onde encontraram a vítima com várias lesões corporais por todo o corpo, inclusive com cortes na cabeça e unhas arrancadas. A vítima relatou que há quatro anos vinha sofrendo à violência.

A polícia informou que com indícios necessários para um crime, a mulher apontada como autora das torturas foi presa em flagrante e encaminhada à Unidade Prisional de Chapadinha, onde está a disposição do poder judiciário.

G1/Ma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *