Vereadora Hellen Maravilha repudia ato de desrespeito praticado por servidor da prefeitura de Cururupu-Ma

Vereadora Hellen Maravilha repudia ato de desrespeito praticado por servidor da prefeitura de Cururupu-Ma

9 de junho de 2020 0 Por Daniel Santos

Eu, Hellen Nuce, vereadora deste município, manifesto veemente repúdio aos comentários deploráveis, às acusações absurdas, desqualificadas e desprovidas de falta de conhecimento sobre as funções legítimas de um parlamentar no exercício de suas obrigações e, ainda, sobre informações, lamentavelmente inverídicas, a respeito das pautas de discursão acerca do Projeto de Lei Nº 01/2020, motivo principal do comportamento irresponsável do Sr Jêisel Raimundo, ocupante de cargo em Comissão na Prefeitura Municipal de Cururupu.
Os comentários reportados a mim e aos colegas de parlamento, os senhores Adaildo Borges, Ebenilson de Jesus e Roberto Pestana, bem como, as demais pessoas citadas, são danosos, partidários ao extremo e nada contribuem para o processo democrático em que vivemos, onde todo e qualquer cidadão tem livre arbítrio a optar por um lado ou defender um projeto político que acredita superar as mazelas, a ineficácia e falta de políticas públicas que a população cururupuense vive. Como disse, tais comentários danosos, publicitados por este senhor, são movidos especialmente pelo motivo de que, eu e meus pares, termos cumpridos, com responsabilidade nossos deveres, representando o povo e fazendo valer sua voz diante de um Projeto de Lei imoral, construído com objetivos escusos, os quais sabemos muito bem quais são.
Sr. JÊISEL, todo cidadão tem direito de participar das Sessões Ordinárias e Extraordinárias realizadas na Casa Legislativa de Cururupu, bem como, requerer por meios formais e legais quaisquer informações. Contudo, não lhe cabe o direito de se dirigir de forma desrespeitosa e hostil aos parlamentares que não comungam com um Projeto de Lei que desdenha dos cidadãos deste município, uma vez que os debates, neste cunho, são atribuições exclusivas dos Edis.
É sabido que o Sr. Jêisel, ocupante de cargo em comissão, no atual governo, faz questão de propagar seu currículo o que nos leva a considerar tamanha incongruência no que diz respeito à sua instrução e postura. Pois, imagina- se, que o mesmo tenha conhecimento das normas regimentais da Câmara Municipal.
Diante desta falta de postura, é necessário trazer aqui, alguns esclarecimentos sobre as pautas referentes ao Projeto de Lei Nº 01/2020 da Prefeitura Municipal de Cururupu, que não somente soam estranhas, mas configuram afrontas graves à legislação.
Como forma de legalizar contratações irregulares, atual gestão encaminhou o Projeto de Lei Nº 01/2020, solicitando aprovação. Com a aprovação do referido projeto, a gestão estaria autorizada pela Câmara a contratar e regularizar os contratos já existentes. Para conhecimento da população, este projeto chegou à Casa Legislativa de Cururupu, em março de 2020, apresentando, ilegalmente , data retroativa ao mês de janeiro de 2020, o que fere a Constituição Federal, a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Câmara Municipal, além da Recomendação do Ministério Público de Nº 004-2020. Portanto, este projeto é inconstitucional e imoral.
Considerando que o Projeto de Lei Nº 01/2020, nada tem a ver com o momento em que o município está vivendo em decorrência da crise sanitária em que se perpetua cada vez mais, vale destacar que, com base no art 37, lX da Constituição Federal e a mencionada recomendação do MP, foi emitido parecer da matéria por sua inconstitucionalidade, acompanhado dos votos pela reprovação do Projeto pelos vereadores: ADAILDO BORGES, EBENILSON DE JESUS, ROBERTO PESTANA , ALÉM DO MEU, o que explica o desequilíbrio inaceitável do tipo de conduta dirigida pelo senhor JÊISEL, simplesmente pelo fato de nos posicionarmos contra o que está errado e que fere a legislação ao mesmo tempo em que os votos favoráveis lhe agradaria, já que somente os vereadores que VOTARAM CONTRA o Projeto, foram atacados por uma análise sem respaldo de causa.
Ficaríamos muito curiosos em saber quais as análises do professor historiador sobre os últimos anos em que Cururupu vem sendo administrada, já que o mesmo, se encarregou de fazer as análises das gestões passadas. Como sugestão a esta análise, o professor, não deve esquecer dos efeitos da falta de alinhamento político que tem gerado consequências estarrecedoras na vida do cidadão cururupuense.
E quanto ao fato de ser “marinheira de primeira viagem”, todos somos! A diferença é que ALGUNS POLÍTICOS, PREPARAM-SE APENAS PARA VENCER AS ELEIÇÕES, OUTROS, PREPARAM- SE PARA GOVERNAR COM RESPEITO AO POVO!

Hellen Maravilha
Vereadora/Cururupu-MA