Pinheiro – Dor e muita comoção marca enterro de PM assassinado durante operação nesta quarta-feira (01)

Pinheiro – Dor e muita comoção marca enterro de PM assassinado durante operação nesta quarta-feira (01)

2 de julho de 2020 0 Por Daniel Santos

Foi enterrado na manhã desta quinta-feira (2), o corpo do sargento do Centro Tático Aéreo (CTA), Carlos Magno Cantanhede de 47 anos, que morreu após ser baleado por um homem com transtornos mentais na cidade de São Domingos do Maranhão, a 380 km de São Luís.

A cerimônia foi realizada em Pinheiro, município a 333 km da capital maranhense, onde ele vivia com a família. Parentes, amigos e colegas de trabalho do sargento participaram do cortejo que levou o corpo de Carlos Magno até o cemitério. O caso gerou muita comoção na cidade que tem pouco mais de 82 mil habitantes.

Carlos Magno foi baleado na quarta-feira (1º), por um homem com transtornos mentais durante uma operação policial. A equipe do CTA havia ido a uma residência resolver uma discussão entre o homem, que estava tentando agredir membros da sua família, quando foi recebida a tiros. Ele foi baleado no pescoço, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Houve troca de tiros e um soldado da Polícia Militar foi baleado na perna. O homem suspeito de atirar contra Carlos Magno também foi atingido, não resistiu aos ferimentos e também morreu no local.

Carlos Magno Cantanhede, de 47 anos, foi baleado por homem com transtornos mentais durante ocorrência no Maranhão. — Foto: Reprodução/Redes sociais

Via G1/MA