Sampaio Corrêa se mantém no G-4 após empate fora de casa com a Ponte Preta

Sampaio Corrêa se mantém no G-4 após empate fora de casa com a Ponte Preta

2 de dezembro de 2020 0 Por Daniel Santos

Pelo complemento da 25ª rodada, Ponte Preta e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Moisés Lucarelli, em Campinas. O duelo terminou em empate por 1 a 1, resultado que é pior para a Macaca, que perdeu diversos gols na partida e poderia ter se aproximado mais dos primeiros colocados.

A Ponte Preta foi a 37 pontos, subiu para a sétima posição e segue com o sonho vivo de voltar à elite do Brasileirão. Já o Sampaio Corrêa foi a 41 pontos na terceira posição e torcerá para o Juventude não ganhar, pois caso os gaúchos conquistem os três pontos cairá para quarto.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta de novo em casa o Paraná, duelo marcado para a sexta-feira (4). Já o Sampaio, no dia seguinte, vai medir forças contra o CRB, no Estádio Castelão.

PRIMEIRO TEMPO

Aos seis minutos de jogo, Caio Dantas recebeu na área e tomou entrada por trás. Ruan Renato tomou amarelo pelo pênalti cometido. O próprio artilheiro da Série B pegou a bola e converteu ao chutar no canto esquerdo de Ygor. Nos minutos seguintes, o jogo foi mais de tentativas de ataque do que de concretizações de perigo nas jogadas.

A Ponte Preta dominou a posse de bola, mas é uma posse sem efetividade. A equipe não conseguiu chutar a gol até os 25 minutos de jogo. Pelo lado do Sampaio Corrêa, a equipe ia administrando o resultado e fazendo o jogo da Macaca: deixando o jogo correr em sua maior parte na intermediária. A primeira chance de fato do time campineiro foi aos 27 minutos após bola alçada na área por Camilo e Ruan Renato cabeceou perto do gol.

A partir daí, a Ponte pegou sua posse de bola e conseguiu criar chances. Camilo, por exemplo, teve duas oportunidades de marcar. Mas em uma o goleiro Gustavo pegou e a outra a bola passou muito perto do gol após um peixinho.

SEGUNDO TEMPO

Ponte Preta e Sampaio Corrêa voltaram dispostos no segundo tempo, repetindo a etapa inicial. Correria de um lado e do outro, onde a Macaca teve uma chance no primeiro minuto de jogo e a Bolívia Querida quase marcou aos 10 minutos após uma arrancada de Diego Tavares. Pouco tempo mais tarde, Caio Dantas ganhou em velocidade e viu o goleiro Ygor sair do gol para salvar o segundo.

Mas a Ponte Preta era guerreira e continuava tentando buscar seu gol até sair. Camilo cobrou escanteio, Ruan Renato se redimiu do pênalti e marcou o gol após o goleiro Gustavo falhar ao não segurar a fraca cabeceada do zagueiro.

A Ponte ainda teve uma chance clara de marcar com Apodi. Em velocidade, ele tirou do goleiro Gustavo e com o gol livre chutou para fora. Seria a virada da Macaca. Antes, Wellington por pouco não havia marcado.

O Sampaio Corrêa só voltou a assustar aos 43 minutos em uma bomba de Léo Costa, que assustou o goleiro Ygor. No último minuto, o goleiro Gustavo da Bolívia Queria foi o herói ao evitar um gol claro da Ponte Preta. Após o lance o jogo terminou com placar em 1 a 1.